Polícia RCC - Formando líderes para o futuro!
Curta nossa Página >

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Apostila: Liderança ®

Mensagem - Página 1 de 1

1 Apostila: Liderança ® em Seg Out 22, 2018 9:02 am

Setor Administrativo

avatar
Setor Administrativo

A liderança é a capacidade de conseguir que as pessoas façam o que não querem fazer e gostem de o fazer.
As pessoas perguntam qual é a diferença entre um líder e um chefe. O líder trabalha a descoberto, o chefe trabalha encapotado. O líder lidera, o chefe guia.
Liderança é fazer o que é certo quando ninguém está olhando.



Como ser um bom líder.


Um verdadeiro líder sabe sempre quando se mostrar generoso com os seus subordinados. Não se é líder batendo na cabeça das pessoas, isso é ataque, não é liderança. Para ser um bom líder é preciso parar de mandar e fazer, ser líder é ação e não posição. Um líder faz, um líder não manda!
Como líder, você é o responsável pelo ambiente que existe em sua área de influência, e delegaram-lhe poder para cumprir com suas responsabilidades. Portanto, você tem o poder de determinar o comportamento de seus colaboradores. Lembre-se sempre que líder não é impor, é despertar nos outros a vontade de fazer. Elogie em público e corrija em particular. Um líder corrige sem ofender e orienta sem humilhar.


O líder.

O líder tem a função de unir os elementos do grupo, para que juntos possam alcançar os objetivos do grupo. A liderança está relacionada com a motivação, porque um líder eficaz sabe como motivar os elementos do seu grupo ou equipe.
Dentre as características fundamentais de um líder e as habilidades necessárias para exercer uma boa liderança estão: carisma, paciência, respeito, disciplina e, principalmente, a capacidade de influenciar positivamente o seu grupo ou equipe.


Carisma: Para exercer bem este quesito, deve ser alegre, otimista e “boa gente” frente aqueles que lhe seguem, de forma a brincar quando oportuno, não ser “durão” todo o tempo, e principalmente, elogiar quando se faz bem, e conversar quando errar, ajudando a buscar formas de melhorar.

Paciência: Sempre que algo sair do planejado, brigas ocorrerem, ou algo similar, é fundamental manter a calma, deixar a “poeira abaixar”, esperar as emoções abaixarem, para resolver de acordo com a razão. Além disso, não ter pressa de as coisas serem feitas imediatamente no tempo proposto, mas incentivá-los a cumprir no tempo subordinado. Ás vezes, as coisas saem em tempos diferentes daquele que planejamos.

Respeito: É importantíssimo ter respeito, para que assim o grupo siga sua voz, mas é mais importante ainda saber respeitar, com isso, ouvir opiniões, questionamentos e conselhos. Isso o tornará um líder mais responsável, contudo levantando a sua moral e respeito, e não medo. O respeito é fundamental para que o grupo continue de pé.

Disciplina: O líder, como figura exemplar de um grupo, deve agir como tal. Mas lembre-se ninguém é perfeito, até mesmo o líder erra, a melhor equipe e melhor grupo é aquele que se aprende um com o outro. Como diz Bill Gates "toda empresa precisa ter gente que erra, que não tem medo de errar e que aprende com o erro".

Capacidade de influência ou respeito: Talvez a função mais importante de um líder, seja influenciar sua equipe ou seu grupo. Com isso, o grupo se mantém unido, e prospera como um todo. Um líder só conquista essa capacidade quando ele ganha o seu respeito perante o grupo, um líder respeitado não é um líder temido, respeito é superior ao medo.


Tipos de líder.




Respeitado: Sabe delegar com assertividade, uma vez que identifica as capacidades individuais de cada um de seus liderados e as utiliza para potencializar seus resultados. Ele apresenta desafios e novidades motivadoras, que criam um ambiente colaborativo e empreendedor, favorável à evolução profissional e ao alcance das metas da empresa. Esse tipo de liderança estimula as competências, conduz projetos em parceria, leva em conta as opiniões dos colaboradores e os motiva a confiarem no trabalho desenvolvido.Conhecer melhor alguns modelos de liderança também ajuda a compreender um pouco mais a arte de liderar.

Exigente: Observa todos os detalhes e não deixa nenhum deslize passar despercebido. Entende que para algo dar certo, “todos os buracos têm que estar tapados” e não há o menor espaço para pequenos erros. Muito crítico, observador e perfeccionista, esse líder acredita que a excelência é o caminho para a obtenção do sucesso.

Autocrático: Não promove a participação efetiva da equipe nos projetos, toma sozinho todas as decisões necessárias e costuma oprimir seus subordinados, enxergando neles concorrentes, e não, colaboradores. Ele sempre conduz os processos com muita energia e vigor, mas, como não valoriza as competências, os conhecimentos e os resultados dos subordinados, acaba criando um ambiente de trabalho no qual os profissionais são cobrados excessivamente. Isso causa certo desconforto e limita a performance do grupo. É mais conhecido como um chefe do que um líder.

Liberal: Dá aos colaboradores liberdade para exercerem suas funções sem interferências diretas. Os próprios profissionais ficam responsáveis por gerenciar os resultados de seu trabalho. É uma forma de demonstrar confiança na capacidade dos colaboradores e de dar a eles mais autonomia. No entanto, o líder liberal precisa estar atento para que os colaboradores não fiquem sem condução nem cometam erros graves e prejudiquem o desempenho do grupo ou da equipe.

Visionário: Tem senso de oportunidade e um otimismo latente. Capaz de antecipar tendências, é empreendedor e tem disposição para correr riscos. Essa capacidade de prever as reações do mercado está sempre amparada em pesquisas e análises de comportamento das pessoas sobre produtos ou serviços. Esse tipo de liderança reconhece a importância dos colaboradores para a obtenção de bons resultados e busca motivá-los constantemente.

Democrático: Permite que todos os liderados participem das decisões importantes do grupo e acredita ideias, críticas e sugestões são importantes para aperfeiçoamento dos projetos, da equipe e da organização como um todo. Essa abertura de espaço para diálogos, a comunicação efetiva e os feedbacks constantes facilitam a solução de problemas internos e garantem os bons resultados dessa liderança. De todo modo, o líder democrático precisa ter inteligência para encontrar o equilíbrio e não perder o controle, o foco e a objetividade.
Como você pode observar, existem diversas teorias e modelos de liderança, além de  diferentes perfis de líder. E, quando se analisa todos esses conceitos, chega-se a conclusão de que um bom líder sabe ser carismático e íntegro, ouvir e motivar os outros, compartilhar experiências e tomar decisões. Ele conquista o respeito dos liderados por seus exemplos e é dono de virtudes distintas que o ajudam a encarar desafios de forma otimista e criativa. É justamente esse tipo de líder, capaz de ensinar, delegar, acompanhar, inspirar e mobilizar os colaboradores que as polícias e empresas procuram.


Quer ser um bom líder? Se inspire em ser um líder respeitado e aprimore a sua capacidade de liderança

Mensagem - Página 1 de 1

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum