Polícia RCC - Formando líderes para o futuro!
Curta nossa Página >

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Diretrizes: Plano de Controle Emergencial [PCE]

Mensagem - Página 1 de 1

Setor Jurídico

avatar
Corregedor

Polícia Militar Revolução Contra o Crime ®
Setor Administrativo






Plano de Controle Emergencial (PCE)


1. Introdução

Para se prever os riscos, é importante avaliar todas as etapas do processo e os meios de serviço nos batalhões e quartos auxiliares. Devemos ter também pessoas treinadas e capacitadas para controle de tal situação.


2. Objetivos

Estabelecer procedimentos para serem seguidos mediante ao acontecimento de alguma emergência ou acidente.


3. Definições

Acidente: Evento indesejável ou sequência de eventos, causal ou não, do qual resultam danos, perdas e/ou impactos.
Emergência: Situação crítica não desejável e inesperada, que representa risco à segurança e/ou que foge à rotina de trabalho e requer uma intervenção rápida a partir deste documento, seguindo procedimentos específicos.
Evacuação de área: Saída ordenada de todos os ocupantes de uma área onde está ocorrendo uma emergência, para um local seguro pré-estabelecido.
Exercício simulado: Evento planejado no qual um cenário acidental é simulado para verificação dos procedimentos de resposta..
Dependências: Todo e qualquer ambiente que esteja sob jurisdição da Polícia Militar Revolução Contra o Crime.


4. Caracterização do Empreendimento

4.1 Características da Polícia Militar Revolução Contra o Crime:

- 1° Batalhão;
- 2° Batalhão;
- 3° Batalhão;
- Batalhão Auxiliar;
- Mini-Corredor do Batalhão Auxiliar;
- Corredor Principal;
- Quartos de Companhias;
- Quartos de Sub-Companhias;
- Salas de Pagamentos e Reuniões.

4.2 Acessos:

- Navegador do Habbo Hotel;
- Teletransporte do Corredor de Companhias;
- Teletransporte do Corredor de Sub-Companhias;
- Teletransporte do Corredor dos Instrutores.


5. Estrutura Organizacional

5.1 Equipe de combate da Emergência

- Grupamento de Ações Táticas Especiais (GATE);
- Serviço Secreto (P2);
- Corregedoria (COR).

Nota: O modelo acima está em ordem hierárquica seguindo do maior, o primeiro, para o menor, o último, que devem agir durante uma emergência.
Nota: O Grupamento de Ações Táticas Especiais é total prioridade em tudo o que é definido como emergência.



6. Acionamento do Plano

Qualquer policial que evidenciar a ocorrência de quaisquer eventos anormais no batalhão deve imediatamente comunicar ao Oficial da Guarda para que o mesmo ao saber da situação tome as medidas de segurança cabíveis, alertando todos os policiais do batalhão sobre uma possível iniciação do Plano Emergencial. O Oficial da Guarda ou Equipe de Combate da Emergência são os únicos que deve protocolar ativação do Plano Emergencial de acordo com a ocorrência em andamento.


7. Tipos de situações e como proceder


Ataque de Flood


Definição: Poluição visual provocada por frases citadas constantemente por usuários mal-intencionados com o objetivo de causar transtornos nas dependências.

Procedimentos:

- Mutar os indivíduos baderneiros por 10 (dez) minutos (Caso não consiga mutar pelo "moderar", deverá utilizar o comando :mute para mutar os baderneiros);
- Por precaução, mutar os usuários mal-intencionados constantemente, deixando salvo o nick dos usuários para facilitar o mute pelo comando :mute (nome do usuário);
- Continuar suas atividades normalmente;
- Caso o ataque ganhe progresso, deverá dar sentido ao batalhão e exigir aos militares para mutar/denunciar os infratores;
- Se não conseguir controlar os usuários, deverá acionar um policial da equipe de combate da emergência.
- O Oficial da Guarda e o policial da equipe de combate da emergência deverão retornar as suas atividades normalmente.
-  Caso a emergência intensifique-se em níveis extremos, o Batalhão deverá ser interditado e as atividades interrompidas. Os policiais disponíveis deverão ser evacuados ao Corredor Principal e posteriormente para Sala de Aula/Centro de Treinamentos onde realizarão atividades internas até diminuição na intensidade dos ataques.
- Com a diminuição da intensidade (Por completo ou não) do ataque as atividades no batalhão devem ser retomadas.
Ataque de movimentação de mobílias


Definição: É a movimentação de uma ou mais mobílias sem a autorização e a ciência do Oficial da Guarda, que não comprometa a estrutura e a segurança do batalhão.

Procedimentos:

- Tirar print de toda a lista de usuários no quarto, através do comando :chooser e salvar.
- Caso o Oficial da Guarda não tenha HC, deverá pedir para um policial de confiança tirar print de toda a lista de usuário e salvar (de preferência que seja da equipe de combate da emergência). Ao fazer o pedido, é necessário printar e salvar.
- Dar sentido ao Batalhão e pedir aos policiais que possuem direitos para se dirigirem ao Corredor Principal;
- Caso os movimentos se encerrem, é necessário entregar os prints ao Setor de Inteligência da PMRCC.
- Setor de Inteligência da Polícia Militar Revolução Contra o Crime abre investigação.
- Caso os movimentos não encerrem-se, o Batalhão deverá ser interditado e as atividades interrompidas. Os policiais disponíveis deverão ser evacuados ao Corredor Principal e posteriormente para Sala de Aula/Centro de Treinamentos onde realizarão atividades internas até cessarem-se os ataques.

Nota: É obrigatório que todos que possuem direitos retirem-se do local, ficando somente: Policiais sem direitos, Oficial da Guarda e a Equipe de combate da Emergência.
Ataque total ao batalhão


Definição: Movimentação repentina e constante de mobílias do batalhão, com o objetivo de comprometer a estrutura e segurança dos batalhões.

Procedimentos:

- O Oficial da Guarda deverá, antes de tudo, tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, bem como salvar todos os prints que tirar;
- Caso o Oficial da Guarda não tenha HC, deverá pedir para um policial de confiança tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser e salvar (de preferência que seja da equipe de combate da emergência), ao fazer o pedido, o Oficial da Guarda deverá printar o mesmo e salvar;
- O Oficial da Guarda deverá dar sentido a todo o batalhão;
- Após o sentido, deverá ser ordenado, pelo Oficial da Guarda, a evacuação imediata e total do batalhão;
- Caso algum policial insista em permanecer no batalhão que está sendo atacado, poderá ser exonerado permanentemente;
- Durante a evacuação do batalhão, somente os policiais da equipe de combate da emergência, devem permanecer no batalhão;
- O ocorrido deve ser comunicado o quanto antes ao Alto Comando Supremo da Polícia Militar Revolução Contra o Crime;
- Durante o ataque, o batalhão que estiver sendo atacado deve ser mantido fechado;
- Após a ordem de evacuação ter sido dada, os policiais que insistirem em ficar deverão ser expulsos do batalhão em questão;
- O Oficial da Guarda, durante o ataque, deverá ter no mínimo três provas. Quando o ataque começar, no desenvolvimento, e a conclusão do mesmo. É essencial que o Oficial da Guarda tire print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, assim que a primeira mobília for deslocada;
- Caso o Oficial da Guarda não tire print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, perderá seus direitos e ficará sob observação;
- Após o encerramento do ataque, os prints devem ser repassados ao Setor de Inteligência da Polícia Militar Revolução Contra o Crime;
- Setor de inteligência da Polícia Militar Revolução Contra o Crime abre investigação.
Ataque de kikes


Definição: Expulsão não autorizada e constante de policiais nos batalhões com o objetivo de causar transtornos.

Procedimentos:

- O Oficial da Guarda deverá, antes de tudo, tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, bem como salvar todos os prints que tirar;
- Caso o Oficial da Guarda não tenha HC, deverá pedir para um policial de confiança tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser e salvar (de preferência que seja da equipe de combate da emergência), ao fazer o pedido, o Oficial da Guarda deverá printar o mesmo e salvar;
- Dar sentido a todo o batalhão e pedir aos policiais que possuem direitos para se dirigirem ao corredor principal;
- Caso as expulsões se encerrem, entregar os prints ao Setor de Inteligência.
- Setor de Inteligência abre investigação;
- Caso as expulsões não cessem, providenciar a migração para outro batalhão (de preferência o 1° Batalhão sob comando de um membro do Grupamento de Ações Táticas Especiais);
- Caso as expulsões não encerrem-se, o Batalhão deverá ser interditado e as atividades interrompidas. Os policiais disponíveis deverão ser evacuados ao Corredor Principal e posteriormente para Sala de Aula/Centro de Treinamentos onde realizarão atividades internas até cessarem-se os ataques.
- Setor de Inteligência abre investigação;
Ataque de mute


Definição: Privação do direito de expressão de policiais nos batalhões de maneira ilegal e sem base para tal feito, podendo ser em apenas um policial, como também em massa, visando causar transtornos ao batalhão.

Procedimentos:

- O Oficial da Guarda deverá, antes de tudo, tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser, bem como salvar todos os prints que tirar;
- Caso o Oficial da Guarda não tenha HC, deverá pedir para um policial de confiança tirar print de toda a lista de usuários presentes no quarto, podendo ser vista através do comando :chooser e salvar (de preferência que seja da equipe de combate da emergência), ao fazer o pedido, o Oficial da Guarda deverá printar o mesmo e salvar;
- O Oficial da Guarda deverá dar sentido a todo o batalhão;
- Após o sentido, o Oficial da Guarda deverá pedir aos policiais que possuem direitos para se dirigirem ao corredor principal;
- Caso os mutes não autorizados se encerrem, o Oficial da Guarda deverá entregar os prints ao Setor de Inteligência da Polícia Militar Revolução Contra o Crime;
- Setor de inteligência da Polícia Militar Revolução Contra o Crime abre investigação;
- Caso os mutes não autorizados não encerrem-se, o Batalhão deverá ser interditado e as atividades interrompidas. Os policiais disponíveis deverão ser evacuados ao Corredor Principal e posteriormente para Sala de Aula/Centro de Treinamentos onde realizarão atividades internas até cessarem-se os ataques.
- Setor de Inteligência abre investigação;

Nota: O Oficial da Guarda deverá observar se o quarto está silenciado, caso esteja, ativar a fala  indo em “Preferências”, no canto esquerdo do monitor, e clicar em “Ativar todos”, antes de providenciar a migração.
Ataque de negociações

Definição: Utilização indevida e constante da ferramenta “negociar” por meio de usuários mal-intencionados com o objetivo de causar transtornos dentro dos batalhões, podendo causar, travamentos e queda de conexão do jogo.

Procedimentos:

- O Oficial da Guarda deverá calar o indivíduo em questão, deixando-o impossibilitado de negociar.
- O Oficial da Guarda deverá instruir os policiais no batalhão a calarem o indivíduo em questão, deixando-o impossibilitado de negociar com o policial que o calou;
- Caso as negociações continuem, o Oficial da Guarda deverá, expulsar o(os) indivíduo(os) baderneiros do quarto, de modo que os deixem impossibilitados de negociar com os policiais presentes;
- Caso o oficial da Guarda não consiga kikar pelo "moderar", deverá utilizar o comando :kick (nome do usuário) para kikar os baderneiros;
- O Oficial da Guarda deverá, por precaução, kikar os usuários mal-intencionados constantemente, deixando salvo o nick dos usuários para facilitar o kike pelo comando :kick (nome do usuário);
- Caso o Oficial da Guarda não consiga controlar os usuários mal-intencionados que executam o ataque, deverá acionar um policial da equipe de combate da emergência;
- Caso o ataque cesse, o Oficial da Guarda e o policial da equipe de combate da emergência deverão retornar as suas atividades normalmente, sem maiores preocupações;
- Caso o ataque ganhe proporções extremas se torne incontrolável, o Batalhão deverá ser interditado e as atividades interrompidas. Os policiais disponíveis deverão ser evacuados ao Corredor Principal e posteriormente para Sala de Aula/Centro de Treinamentos onde realizarão atividades internas até cessarem-se os ataques.
- Setor de Inteligência abre investigação;
Fórum fora do ar


Definição: Impossibilidade do acesso ao fórum pelo seu domínio principal ou secundário, sendo por meio de uma manutenção dos administradores do fórum, pela equipe dos forumeiros, ou por outros motivos que o tornem inacessível.

Procedimentos:

- Dar sentido a toda a sala de controle;
- Avisar que somente os policiais com os seguintes grupos poderão entrar: 

*Recrutas: procurar saber se algum membro do Centro de Recursos Humanos possui a listagem de exonerados salva. Caso não haja a listagem, os recrutas poderão entrar dependendo da ordem do Oficial da Guarda.
*Soldados: Procurar saber se algum membro do Centro de Recursos Humanos possui a listagem de Soldados salva. Caso não haja a listagem, os soldados não poderão ser liberados;
*Cabos, sargentos e subtenentes: Obrigatório possuir o emblema da patente;
*Policiais do Corpo Executivo deverão possuir o grupo '[RCC] Corpo Executivo', da conta 'RCCEmblemas'.

- Se durante este evento anormal um policial for demitido, todos os policiais do batalhão devem ser alertados sobre o desligamento;
- Manter uma lista de todos que foram desligados;
- Após sair da função, deverá passar ao próximo Oficial da Guarda a lista de demitidos.

Nota: É dever do Oficial da Guarda, quando necessário, acionar o Plano de Controle Emergencial de acordo com suas diretrizes, zelando pela segurança da Organização Militar Revolução Contra o Crime. Se este descumprir qualquer de suas normas, estará sujeito à punições previstas no Art. 15 do Código Penal Militar por Abandono de dever/Negligência.


8. Treinos Convencionais de Base

Os treinos convencionais de base deverão ocorrer 2 vezes por mês e deverá ser realizado pelos Treinadores da Polícia Militar Revolução Contra o Crime. Caso não ocorra, o líder poderá ser punido por incompetência administrativa.

Mensagem - Página 1 de 1

Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum